/ viajando sem gato

28ago 2012

Viajando sem Gato

Postado por às em Família, Viagens

No primeiro final de semana de agosto foi a primeira vez que viajamos sem a Filó. Momentos de tensão… sabemos que gatos vivem bem até 4 dias com os donos viajando, então saindo na sexta de manhã e voltando domingo de madrugada ela ia tirar de letra, certo?! Cheia de comida, areia, água.. tudo lindo!
O tempo todo durante a viagem pensamos:
_ Mal sabe ela que vai dormir sozinha hoje.
Chega a noite:
_IH! Agora ela deve ter se tocado
Aí meu coração de mãe apertadinho e imaginando ela toda enroscadinha, mas aprontando todas quando acorda…
Na volta pegamos um big engarrafamento de desligar o carro por quase 1 hora (acho até que a foto que tirei foi pro brejo), conclusão, chegamos em casa as 2 da matina.
Subindo o elevador eu falei com meus pensamentos super otimistas:
_ Filó deve estar morta, não de fome, mas com certeza comeu algo que não devia (o gato de uma cliente minha comeu um fitilho e quase morreu! Mas deixamos a casa inteira antes de sair a prova de gatos). Eu vou ficar aqui na porta se ela não vier receber a gente, tá?
Ela não veio. Marido olhou os potes de água, foi ver os de comida e voltou dizendo:
_ Ela não bebeu nada e comeu só um pouquinho…
_ Ela morreu, mo! Tá presa em algum lugar morta, não falei?! (Me tremendo toda)
Marido procura pela casa toda e nada, nos buracos mais provaveis e nada, mas Bartolomeu já tinha achado a criatura e apontava pra debaixo do sofá. Marido:
_ Ela tá aqui!
_ Tá viva?
_ Tá! De olhão aberto deitada. Vou levantar o sofá e você tira ela daqui, tá?
_ Mas ela tá machucada? Será que ela tá bem? Aposto que ela tá machucada.
_ Não sei, mas ela tá aqui. Vou levar o sofá e você tira ela.
Óbvio que não consegui tirar ela e ainda fiquei com medo de marido perder as forças e esmagar a bicha debaixo do sofá, mas Bartô foi em cima dela, ela tascou um “fuzzzz”e saiu.
Estava assustadíssima! Não ficou de mal com a gente como alguns gatos que conheço quando os donos viajam ficam, mas ficou uns 10 minutos pra lembrar que a gente não faz mal. E logo depois Filomena já estava toda toda e brincando com seu irmãozinho.

Conclusão que tiramos: Ela comeu só no primeiro dia, daí quando chegou a noite e viu que estava sozinha ficou boladona e assustada e viu que aconteceu o mesmo no dia seguinte. Tiramos a conclusão que ela ama a gente nesse final de semana, quando a gente sempre achou que ela fosse uma mera felina sem sentimentos. <3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...