/ Vancouver

24jan 2013

Fui ali.. almoçar nos EUA e já voltei…

Postado por às em Viagens

SIM!!! Fizemos isso na semana retrasada!!! Sábado decidimos se a gente iria pro norte conhecer mais British Columbia ou se a gente desceria até Seattle nos EUA no domingo porque o tempo estava lindo!! Alugamos um carro domingo mesmo de manhã cedinho (não temos carro aqui porque fazemos tudo a pé, ou de transporte público) e fomos embora com os passaportes antigos na mão que são onde tem o visto dos EUA. Na hora de alugar o carro a mulher falou que deveria ter uma fila enoooorme na fronteira, mas dane-se estávamos na pilha e cagamos e andamos pro que ela disse. Conclusão, antes de chegar na fronteira, tem umas placas dizendo quanto tempo estava demorando pra passar e era de… 5 minutos!!! (Oeeee!). Na verdade demorou mais.. 10 minutos na fila dos carros. Daí como era a primeira vez que estávamos fazendo isso, tivemos que sair do carro e ir pra um prédio da polícia americana e falar pra onde a gente estava indo:
- CHEESECAKE FACTORY!!
A americana não deu nenhuma risadinha e não fez nenhum comentário.. (sim.. estávamos nos EUA.. se fosse no Canadá…) e quanto tempo a gente ia passar (algumas horas, tá valendo?!), aí ela nos deu um visto de multipla-entrada que vale 1 mês a mais que o nosso visto oficial (ok.. o dela também é oficial, mas vem num papelzinho grampeado no passaporte novo). EEEE!!!!

O único problema desse dia é que estava passando muuuuuuito mal!! Estava no auge da primeira gripe canadense, então nem curti o momento. Fomos até Seattle, comemos na Cheesecake Factory (ai ai… ), descemos a pé até o Public Market, conhecemos o primeiro Starbucks do mundo e pedi arrego, chorando pra ir embora.
Fazendo uma vista super rápida, achei Seattle idêntico à San Francisco.. conclusão: Horrível! Cheio de mendigo e cidade suja, mas vou dar um desconto porque estava muuuito mal! Foi a primeira vez que passei em frente de uma ROSS e não entrei, só queria ir pro carro.
Na volta, conhecemos alguns Outlets (os canadenses descem pra fazem compras), vimos que quase na fronteira tem um Outback (EEEEEE #addicted) e na hora de voltar pro Canada… aí sim.. demoramos um bocado..  acho que uns 30 minutos.


Agora vejam a diferença do americano pro canadense na fronteira (acho que por isso que a fila estava maior pra entrar ahahahah):
O policial:
_ Boa noite! O que vocês foram fazer nos EUA? (abrindo nosso passaporte)
_ Conhecer Seattle.
_ E vocês trabalham aqui?
_ Sim!
_ O que você faz? (Pro marido)
_ Sou animador
_ Ah é?! Pra qual empresa?!
_ Sony
_ Nossa!! Tem muitos projetos lá, né?! Conheço algumas pessoas! Você está fazendo o que?!
bla bla bla bla bla bla bla
_ E compraram alguma coisa nos EUA?
_ Não..  (MENTIRA!! Compramos 2 roupas e uma coleira pra Filó)
_ ok! Vão lá! (Eles acreditam na palavra.. owm… dá até dó de mentir)

OBS 1: Os canadenses são MEGA simpáticos!!! Não é a toa que dizem que o Canadá é os EUA melhorado hahaha (#aquelas que já vestiu a camisa do país)
OBS 2: A lei diz que se você passar até 24h nos EUA, você não pode trazer NADA! (ok.. roupas dizem que não batem na alfandega, então…) e entre 24 e 48h você pode trazer até $200.

OBS 3: de Vancouver pra Seattle foram 3 horas de viagem com imigração… Pertinho ;)

06set 2012

Meu Bartô vai como carga… :(

Postado por às em Canadá

Ser mãe de animal não é nada fácil… rs.. Viajar com eles então dá muuuuito mais dor de cabeça do que filhos humaninhos..
Bem, delegamos algumas funções aqui em casa. Já que não podemos fazer muita coisa, pois não sabemos nada do visto estamos adiantando nosso lado. A missão do marido é fazer um site pra vendermos nossas coisinhas pros amigos, na verdade não vai ser vender e sim reservar, vender mesmo só quando o visto sair. A minha missão essa semana era ver a viagem do Bartô na cabine com a gente gostosinho.
Como devemos ir pela United Airlines por ser mais barato e por eu saber que eles dão mais valor aos animaiszinhos, resolvi me informar, pois no site deles não tem limites de peso. A parte de animais no site da United é bem explicadinho, porém não ter limite de peso, mas mesmo tendo as dimensões da caixa de transporte na cabine, eu precisava ligar pra na hora eu não tomar um susto e ter que me despedir dele ou até mesmo não viajar.
Liguei para o número 0800-7027500 e falei com uma mocinha mega simpática (adoro!) que disse que realmente não tem limite de peso, mas que pelo tamanho da bolsa de transporte, o animal deveriia ter uns 6 quilos no máximo, daí ela me passou as medidas: 28cm altura x 28cm largura x 45cm de comprimento. Bartô tem 37 de altura de cabeça baixa, todo corcunda, ou seja, ele não cabe nas medidas. Daí a mocinha simpática me deu o número do pessoal de Cargas da United que fica no próprio aeroporto daqui do Rio: 3398-7272, falei com um rapaz que sabia o que falava e me deu atenção por 10 minutos!!! AMO!
A pessoa aqui quase chorando no telefone, doendo a garganta de prender o choro, mas firme e forte na voz (ou não), tirou todas as suas dúvidas. A United não deixa o animal embarcar como carga através de pessoa física, direto no balcão, ou seja, precisa de um agente de cargas que faz tudo por você que é deles mesmo (United Cargo), daí eles fazem tudo, desde ir no Ministério da Agricultura pegar o documento pra entrar em outro país, quanto levar meu Bartozinho pra dentro do avião com todas as documentações certinhas. O que mais me confortou, foi quando ele disse que na conexão em Houston, eles vão pegar o Bartô, soltar ele num canil pra ele esticar as pernocas, comer, beber água e receber um carinho até o embarque novamente. Infelizmente nós não vamos ter acesso a ele nesse período, mas ele vai estar sempre no mesmo vôo que o nosso.
Além disso, ele também deu a dica para pegarmos vôos de segunda a quinta, porque animais como carga são considerados importação, então a alfandega de lá fica muito cheia no sábado e no domingo ela não abre, daí teríamos que pagar uma estadia pra ele no aeroporto porque ele não poderá sair de lá!!  Adorei essa dica também!
Não é pra eu me sentir beeem mais segura? Não chegou a sair nenhuma lagriminha!!!
E agora na segunda, o Sr. Osmar da Cargo vai me passar um email com um zilhão de informações e a facada pra despachar a criança…

21ago 2012

Nosso Processo pro Canadá

Postado por às em Canadá

Bem, vamos às últimas atualizações (cada vez mais ansiosa e com raiva de ser um processo burocrático e que estamos ainda de mãos atadas, não podendo adiantar nada, nem ver nada):
Ainda não saiu o Work Permit (Permissão de trabalho que precisamos pra dar entrada no visto). Era pra sair essa semana, mas na verdade não era nada disso! Tem um processo a mais no tramite, existe um tal de LMO (Labor Market Opinion), e é com esse documento que prova pro governo do Canadá que a Sony não tem nenhum canadense apto pra preencher o cargo do marido, com esse documento, a Sony envia pra um outro lugar que aí sim liberam o Work Permit. Reza a lenda que esse LMO vai sair sexta, no maáááximo segunda, daí sim eles vão dar entrada pro Work Permit, que não sabemos quanto tempo demora pra sair… e só aí damos entrada no visto canadense, que parece que demora agora 1 mês e meio (disseram 2, agora diminuiu.. ok).
O pior disso tudo é que oficialmente vamos no frio.. muito provavelmente o visto, dando tudo certo, sai no meio/final de outubro e daí só em novembro que vamos pra lá. Queria tanto ir no início de outubro.. mas não vai ser assim.. ok. Mas espero que realmente saia e que o mundo não acabe em 21 de dezembro de 2012 (eu tenho medo do Big One que é o terremoto que é esperado na costa leste dos EUA e que de lambuja deve pegar um pouquinho o Canadá, ninguém que tá no Canadá tme medo disso não?!, Tô me cagando de medo da maremoto!!! Mas isso é papo pra outro post).
Bem, é isso. Tô ansiosa.
AH! E tascaram uma empresa de consultoria de realojamento pra falar com marido e eles já enviaram um monte de informações sobre que documentos levar das crianças (a mulher até pediu foto deles e disse que eles eram fofos demais!! Eu sei.. eu sei..) e vão nos dar outros suportes, sobre seguros, cursos gratuitos, vão procurar apartamentos que aceitem 2 animais, etc, muito legal e chique hehehe.

06ago 2012

:O Big News!!!

Postado por às em Canadá

Folha do CanadaAgora estou liberada, algumas pessoas sabem, mas a maioria não.. e eu não podia contar porque minha sogra ainda não sabia, então já viu, né? Mas… estou indo morar no Canadá (ou não)!!!! 8-O Como assim?!?!?! Explico-me:
Marido foi chamado pra trabalhar na Sony, no longa Os Smurfs 2 e é o maior sonho dele.. lembram que falei de sonhos?! Pois é.. ele já havia trabalhado em longas internacionais, mas diretamente do nosso escritório, sempre via online.. Perfeito, né? Sim! Já tínhamos até desistido de ir pra fora.. porque o sonho dele era participar de longas gringos.. 1 semana antes da Sony mandar email pra ele, a gente tinha até conversado:
Ele: _ Sabe, não penso mais em morar fora…
_Também não.
_Aqui tá tão bom, ne? O Rio é tão lindo e estamos tão bem, morando bem, qualidade de vida, você com sua carreira crescendo, com nome no mercado e eu com a minha fazendo meus longas daqui e trabalhando numa empresa bacana, né?
_ É!

1 semana depois… “Hey Alan… “:
_Mo, recebi um e-mail da Sony.. vou responder só pra ver qual é, mas não vai dar em nada porque ano passado não deu certo, não vou arriscar tudo pra ir pra lá..
_ Ok.

Dia seguinte toca o telefone:
_”Hi Alan…”
Desliga o telefone.
_Mo! O diretor do filme me ligou.. acho que vai rolar.
_ Será?
_Não sei..

Dia seguinte, triiiim:
_ “Hi Alan.. ”
Desliga o telefone.
_ Mo! A recruiter da Sony me ligou.. precisamos conversar…

E o resto vocês já viram, né? Quando a gente menos espera é quando acontece..
Estamos no processo do Work Permit onde a Sony precisa provar pro governo do Canadá que não existe animador canadense capacitado para o cargo e daí eles nos dão um documento pra pegarmos o visto. De lambuja, estamos tentando pegar visto de trabalho pra mim também (sideibem).
E quando seria somente a nossa próxima viagem de férias… estamos indo pra morar teoricamente até março.. Eu, marido, Bartolomeu e Filomena. Todo o processo, acabamos de ficar sabendo, ainda deve demorar umas 2 semanas pro Work Permit sair e 2 meses pro Consulado do Canadá no Brasil liberar o visto, ou seja, só final de outubro… frrrrrio!!

Muito provavelmente muitos dos próximos posts serão sobre meu drama de levar as crianças (meu primeiro choro não foi a falta da família e amigos, foi imaginar o Bartô indo pela esteira do checkin ficar longe de mim por 17 horas todo coitadinho dentro da caixa de transporte triste, todo se tremendo de medo :´() e todo o processo que anda acontecendo, meus medos, etc..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...