/ Posts por Carol

13mai 2013

Meu Primeiro Aniversário em Terras Canadenses

Postado por às em Amigos

Marido costuma falar que sou a parte social da casa… tenho que admitir que é verdade. Se dependesse só dele estaríamos em casa engordando sozinhos.. mas pra que engordar sozinhos se podemos levar os amigos juntos, não é verdade?!
Sou uma pessoa extremamente dependente de amizades e no Brasil tive uma crise de depressão por ter me mudado de bairro (muito longe de tudo), tanto que um mês depois eu tava chorando e de repente tinham umas 30 pessoas num barzinho comigo (AMEI!!).
Antes de vir pro Canadá, marido me fez gravar o vídeo-remédio da depressão, onde eu falava pra segurar a onda porque tudo ia dar certo e a fase ia passar. Nunca precisei vê-lo. :D Canadá me encantou de uma forma que mesmo enfurnada dentro de casa eu estava feliz (ok, com Skype todos os dias com uma amiga e várias outras pessoas, mas tá valendo).
Nesse meio tempo, conheci alguns brasileiros queridos e foram com eles que passei comemorando meu aniversário. Sem Outback aqui (Buuuu!! Precisava ter um defeito, né?), comemorei depois de uns 10 anos (ou mais!) em outro lugar, no Back Forty Saloon (ele vai entrar no Papo de Gordo de abril ;) ):

Não é Outback, mas rolou um sorvetinho!!! (observem como errei na mão do corretivo?! Credo)

Mas a melhor parte estava pro final de semana. PICNIC!!!!! Eu simplesmente AMOOOO picnic!!! Sempre que podia eu sugeria até pros meus clientes pro dia da sessão de tanto que amo! Fizemos um encontro de blogueiras MARAVILHOSO e aproveitamos e comemoramos meu aniversário! Ou seja, teve bolas, bolo caseiro, cupcakes, brigadeiros e até Serenata de Amor!!! Que dia mais feliz!!!!AH! E o mais importante!!! PARABÉNS COM PALMAS!!! EEEEEE! (já falei aqui do mico que paguei batendo palma sozinha num aniversário de um canadense?! Não?! É.. eu sempre esqueço de fazer o post dos micos..).
Mas vejam só que dia feliz, que pessoas lindas e queridas. Marcamos: Eu, Ana do Colorida Vida, Lu do Nicolilando e a Rita do Botõezinhos. Só chiquesa!!! E num lugar lindo chamado Horseshoe Bay. AMEEEEI!!!!! A Rita era a única que não conhecia, mas ela é uma fofoleta de morrer!!! Tô muito bem servida e acolhida aqui no Canadá. <3


Todo mundo batendo palma!! EEEEEE!!! Até o Bryan que é canadense!!! ahahah

Eu, Lu, Rita e Ana.
O mocinho mais lindo do mundo!!! Com o cartão que ele escolheu pra mim!! <3 <3
Essas duas fotos acima foram feitas pela Ana <3
Pena que a Ana já tinha ido embora.. :( No próximo encontro terá essa foto com ela e as meninas sem falta!! :D
(Detalhe: Observaram o look verão?! Foi a primeira vez que arrisquei sair com 1 calça só e de camiseta… morri de calor e com 20 graus!!! A sensação térmica daqui é definitivamente diferente da do Rio, 20 graus no Rio é bota na certa!! )

As meninas também fizeram um post sobre nosso encontro MARA, dêêm uma olhada:
Botõezinhos
Colorida Vida
Nicolilando (hilááário!!!)

 

09mai 2013

Papo de Gordo: Comidas de Janeiro

Postado por às em Comida

Oi?! Janeiro?! É Mister M… fazia tempo que não postava as deliciosas comidas do Canadá, mas essa crise passou! Na verdade, sono. O bom é que sou uma pessoa organizada (aham) e guardei tudinho aqui com nome do lugar e tudo :D
(OBS: Não vou mais colocar repeteco quando partirmos pra 3a vez, ok? haha)

Takis’ Taverna: Esse é aquele lugar que dá dó. Do ladíssimo (acho que umas 5 lojas ao lado) tem outro grego, o Stephos que eu já mostrei aqui. O Stephos tem fila na porta SEMPRE desde as 4:30 da tarde, enquanto o Takis’ não.. coitadinhos.. morro de dó porque a comida é tão boa quanto (marido acha melhor até) e sempre tem gente, mas nunca lota. Vale super a pena!

Miko Sushi: Esse é o japa que a gente conhece no Brasil. Bem, que eu achava que conhecia… todos os japas sushis aqui são MARAVILHOSOS e BARATCHENHOS!! Do tipo come até o ** fazer bico e sai $40 pra 2, no mááááximo!! E acho que por ser feito por japa mesmo, original, é zilhões mais gostoso.

Foi mal.. não deu tempo de fotografar.

Ebi Ten: Mais um tipo de japa!! Esse é japa fast food (já falei que aqui tem 4 tipos de japas, né?) e é bem gostosinho.. Tempura de camarão e o resto é uma gororoba com tofu e carne de soja.

Belgian Fries: Reza a lenda que é o melhor Poutine de Vancouver (Poutine é uma comida típica canadense.. se é que é possível chamar aquilo de comida.. em breve aqui)… mas não estávamos preparado para isso. Esse restaurante na época estava sendo gravado um documentário sobre as melhores comidas daqui e tinha aviso por toda parte.. fiquei com medo de aparecer porque tinham cameras.. rs. Comi uma tilápia com batata frita (porque lá é especializado em batata e eu não recuso JAMAIS uma batata do jeito que ela for) e estava tudo de bom!!

Cassia Cupcakery: uma birosquinha mega fofa que me chamou pra entrar e comprar alguns mini-cupcakes.. beeem gostosos!!

Market Place IGA: Esse só vou colocar uma vez, porque virou rotina de tomarmos uma sopinha toda segunda de janta antes de fazermos compras… e que sopinha gostosa!!! Já fizemos até amizade com a atendente figuraça. Essa daí acho que era de queijo com cogumelo, mas tem de tomate, de massinha, canja, tudo bem gostoso.

The Old Spaguetti Factory (repeteco): Definitivamente sou apaixonada por esse lugar. Pena que fica meio longe pra ir a pé e muito perto pra ir de ônibus, daí rola preguiça (é bom que damos mais valor). Esse dia já tava mega gripada (acho que “reação” da gravidez) e voltamos de taxi. Sopinha de vovó de entrada e massa com camarão e cogumelo ao molho Alfredo. ai ai..

The Cheesecake Factory: Paaaaara o ônibus que eu quero descer!!! Lembram que eu fui pra Seatlle?! Que o destino era a Cheesecake Factory?! Mega gripada? Pois bem.. demos de cara com um restaurante sem fila e vazio, super atipico pro que estávamos acostumados na California. Chegamos lá e já nos esbaldamos no pãozinho (não muito, pois sabíamos o que nos esperava). Pedi um salmãozinho e lóóógico que de sobremesa uma cheesecake (dividindo com marido, porque.. né?). como eu tava gripada, achei que a comida não estava tão boa por isso, mas depois marido confessou que não foi o que ele esperava. Ou nossos padrões mudaram (o que eu duvido), ou a lenda que li uma vez na internet de que a Cheesecake Factory de Seattle não era tão boa era verdade. Prefiro acreditar nessa segunda opção, porque sou APAIXONADA por esse restaurante.

Hamburguer Mary’s Diner: Shake de coco: aprovado! Hamburguer de frango (era filé de peito e não hamburguer): aprovado! AMEI! Adorei o clima anos 60 do lugar.. me fez lembrar um pouco o The Fifties que éramos sócios nos Brasil. Marido não morreu de amores, mas eu voltaria lá fácil! Principalmente pelo shake :D

The Firewood Café: Difícil achar uma pizza a lenha aqui com molho de verdade que entregue em casa.. parece até Rio de Janeiro! Mas essa aí… ah… TUDO!!!! E foi de camarão ao molho pesto!! Divina!!

IHop: Desde quando fomos pra California e descobrimos o IHop e nunca tomamos café da manhã lá, marido ficava pentelhando. Quando descobrimos que tinha IHop aqui (não muito perto, mas dá pra ir a pé), na mesma hora ele falou que queria ir. Resolvi experimentar a famosa french toast que todo mundo fala que parece rabanada. Não gostei. Achei nada a ver! Na verdade não é que não gostei, mas fui com uma idéia diferente dela. AH! E esse bacon da foto aí?! Como assim Carol?! Logo você!!! Bacon de peru!!! AHHHHHHH!!!!!!! Morri quando vi (da pra ver na foto que marido pediu panquecas… heheh Eu fui bem mais light com meu bacon e omelete :P).

Brazil Station: PRECISAVA de arroz, feijão e farofa!! Muito mesmo!!! De tremer!! Tudo bem que eu faço em casa, mas queria o arroz e feijão dos outros! Sabe aquele da tia ou da vó? Tipo isso. Só que, chegando lá…. me deparei com strogonoff de frango. E se eu leio a palavra strogonoff, meu mundo acaba, viro um cavalo com tapa que só enxerga aquilo. Mas provei o arroz e feijão do marido.. hmmmmm tava bom demais!! Saí rolando.

Vou correr atrás do prejuízo e fazer os outros meses, além do Project 365, etc. Tô dedicada ;)

24abr 2013

Sistema de Saúde do Canadá – A Ultra

Postado por às em Canadá, Gravidez, Médicos

Continuando o post anterior, marcamos a ultra pra 8a semana e lá fomos nós.
Chegando lá, um lugar mega simples, verde bebê (essa cor na parede me dá agonia, acho super hospital), somente chineses (sim! Era em Chinatown) e um árabe (quem disse que aqui tem canadense?), mega simpáticos e colocaram a gente numa salinha de espera. Achei que fosse demorar porque estava cheio, mas fomos atendidos exatamente na hora que marcamos! :-O.
A mocinha da ultra pediu pro marido ficar do lado de fora (oi?!) que depois ela iria chamá-lo. Quase morri do coração. Mas ela explicou que era pra ver tudo direitinho primeiro, só ela, depoooois ia chamar ele e mostrar pra gente a criatura.
AH! Antes de tudo, pediram pra eu beber 2 copos de água 1 hora antes de fazer a ultra. Quase morri do coração porque água de manhã me enjoa (grávida ou não) e daí eu tinha procurado na internet o por quê da água em sites brasileiros como Baby Center, entre outros que tem esses fóruns de grávida e sempre falavam que era “coisa antiga” e “ultrapassada”. Pois bem, é tão ultrapassado, que eu tinha me preparado toda pra ela meter a ultra na minha perereca quando a técnica somente levantou minha blusa e começou a fazer a ultra!!! Sim! É “tão ultrapassado” que não foi intravaginal!! Foi que nem filme!! Alta tecnologia, beu abor!
Depois de mexer tudo, apertar botões, etc, ela chama Alan.
Estava tudo combinado:
_ Mo! Grava a ultra porque eles não dão a fita, tá?!
_ Tá! Eu gravo…
Alan entra na sala falando em português no telefone com a mãe que queria saber do exame.. desliga o celular e na hora de gravar: PÁ!! UM FLASH!!
A menina da ultra virou pro marido with lasers e disse:
_ Não precisa gravar, eu vou dar foto para vocês no final. Presta atenção (ESPORROOOO MADE IN CHINA!!!)!
Ela virou um pouco o monitor pra mim e mostrou um borrinho na tela com uma luz saltitante no meio e disse:
_ Isso aqui é o coração.
Ligou o som e ficamos com cara de tontos (a verdade é que eu achei que era meu coração e que ela tinha errado).
Daí ela disse que estava tudo bem, que era só um bebê e que os batimentos estavam bem fortes. Deu pra gente 3 fotinhos do borro e liberou a gente. Daí eu perguntei:
_ Mas e quantos batimentos por minuto o bebê tem?
_ Isso só a médica pode dizer, pergunta pra ela. Vai estar com ela a partir de amanhã.
Hunf.. saí de lá sem saber a especulação se era menino ou menina (aquela história de que acima de 150bpm era menina e abaixo menino).

Uma coisa interessante que acontece aqui é que você não pega os resultados dos exames.. todos os resultados vão direto pro seu médico de família ou especializado. Os meus exames todos vão tanto pra minha médica quanto pro hospital que vou parir o baby. Isso é muito bom pra mim que sempre vejo os resultados antes de ir pro médico e fico martelando na minha cabeça mil coisas e procurando na internet caso tenha algo diferente que muitas vezes não é nada demais.

No domingo seguinte da ultra fomos à médica (sim, ela atende domingo :D) e ela disse que está tudo bem com o baby, que ele estava mesmo com 8 semanas (me deu parabéns falando que conheço meu corpo ahah) e que no exame de sangue eu estava com um pouco de anemia e tascou ferro pra eu tomar.
Perguntei também dos batimentos cardíacos e ela disse que estava 180bpm. Arregalei o olho porque tinha certeza que era menino e de acordo com a lenda, tava dando menina! Como assim?!
Nessa consulta também ela disse pra nós os próximos passos… e o que eu entendi foi:
_ Entre as 10a e 14a semanas, você vai fazer um exame de sangue nesse hospital (BC Woman) pra saber se seu bebê tem sindrome de Down ou outras duas síndromes, porque como você está com anemia, precisamos ver isso direitinho, mas você não tem mais de 35 anos, então não precisa ficar preocupada, mas precisamos fazer esse exame.
E o que ela falou na verdade:
_ Entre as 10a e 14a semanas, você vai fazer um exame de sangue nesse hospital (BC Woman) pra saber se seu bebê tem sindrome de Down ou outras duas síndromes, precisamos ver isso direitinho, mas você não tem mais de 35 anos, então não precisa ficar preocupada, mas precisamos fazer esse exame. E vamos acompanhar também essa sua anemia com outros exames de sangue.
Óbvio que isso só fui entender depois que saí da clínica desesperada e o Alan que me explicou. UFA!
E me deu o pedido do exame de sangue pra fazer depois no hospital.

Ainda vou falar mais sobre como é ser grávida aqui e ser ansiosa/curiosa.. duas coisas incompatíveis pra medicina canadense de BC.

17abr 2013

Sistema de Saúde do Canadá – para grávidas

Postado por às em Canadá, Gravidez, Médicos

Sempre quis falar sobre isso aqui, porque é algo que me encantou e me encanta. Óbvio que vou falar do meu ponto de vista (de grávida), não sei em outras situações, ok?
Assim que você chega no Canadá, você tem direito a uma benção e beijo na testa dizendo “boa sorte e não utilize nosso sistema de saúde por 3 meses, senão vamos ter que vender seus órgãos para você poder pagar o que usar.” (Sim.. nós fizemos um seguro-viagem, ok?! :P).
Depois de 3 meses, você ganha um cartãozinho dizendo: “Pronto! Agora pode esquiar e quebrar uma perna que você está coberta! Ou então comer uma comida indiana e passar mal desidratada que você será socorrida gratuitamente“.
Descobrimos nossa gravidez dia 22 de janeiro e ainda estávamos na carência, então marcamos a primeira consulta com a médica dia 02 de fevereiro (já que é pra dar despesa pro governo, vamos lá! Começamos grávidos!).
Aqui você tem que ir primeiro no médico de família (que eu escolhi a dedo, queria uma médica boa e humana e procurei na internet..), sendo que a maioria dos médicos bons não são abertos pra novos pacientes. E eu dei muita sorte porque a minha atendia num hospital, não tinha vaga há séculos, e ela resolveu abrir um consultório só dela, aí pronto! Ela abriu pra novos pacientes e lá estamos nós!! :D
Chegando no consultório, fomos recebidos por um serzinho peludo fofoleto!!! Já morri de amores, né?

Entramos numa salinha mega limpinha, pequenininha, e depois entrou ela. A nossa médica! Uma mistura da Nicki Minaj com a Joelma do Calypso.
Sentou toda fofa na nossa frente falando:
_ Primeiro as damas, ok? (olhando pro Alan que também tinha a consulta marcada);
_ O que posso fazer por você, minha querida?
_ Então.. err… estou grávida.
- CONGRATULAAAAAAAAATIONS!!!!! (Pega no meu braço toda feliz e contente).
Pronto, a médica desandou a falar e ela simplesmente não deixou sobrar nenhuma dúvida que eu tinha anotado!! Quando ela falou:
_Tem alguma dúvida?
Olhei no meu caderninho entupido de perguntas e disse:
_ Não.
Me mandou fazer xixi no potinho pra ver se eu tava grávida mesmo:
_ CONGRATULATIONS AGAIN!!!!!! (ela com o resultado do exame de urina na hora ahah)
Saí de lá com pedido de exame de sangue, pedido de ultra pra ser marcada na 8a semana (estava na 6a.) e ela também passou exame de sangue pro marido e uma ultra pra ver se a cirurgia que ele fez pouco antes de virmos pra cá foi bem sucedida…
_ Sim! Foi! O resultado taí! – Ele apontando pra mim.
Ela ria sem parar com ele falando isso.

Fomos fazer os exames de sangue, escolhemos um laboratório da listinha do pedido (atrás do pedido vem os endereços de laboratórios) e chegando lá tinham 2 pessoas na minha frente. Em 5 minutos tava liberada. Tudo simples e limpinho.. mas é do governo então, desjejum só na lanchonete embaixo. ;) (Tava querendo que tivesse o chocolate quente do Lâmina, é? Danadjenha!).

E lá veio o dia da ultra (que teve que ser marcada pelo telefone)… esse vai ser papo pro próximo post, ok? Senão vai ficar enorme..  daí continuo falando sobre o sistema de saúde daqui que descobri que é o melhor sistema de saúde público do mundo! :O

A seguir, cena do próximo post:

08abr 2013

Fotonovela: A Descoberta

Postado por às em Fotonovela, Gravidez

(OBS: Fiquei um tempo sem postar porque não estava conseguindo fazer uma introdução ao meu mundo de grávida e escrever mais sobre isso (e nem quero ser chata sobre a gravidez também hehe), já que no post anterior só “joguei a bomba”. Daí semana passada, de madrugada eu acordei sem sono com a idéia de uma fotonovela e anotei tudo (senão eu esqueço, ainda mais acordando no meio da noite, rs). Porém acho que no meu subconciente a idéia deve ter vindo inspirada desse post super engraçado da Lu).

13mar 2013

365 Project – Fevereiro 2013

Postado por às em Project 365

Firme e forte! Simbora!!!
1 – Recuperei minha conta do Flickr!!!! Finalmente!! Obrigada Aline!!;
2 – Presença TOP no consultório da minha médica de família (ainda vou falar sobre isso);
3 – O cinema daqui tem quiz antes do filme e ganha prêmios!!;
4 – Dia da sopa!!! (essa foi de tomate);
5 – Batata com azeite!!! Muito amor!!;
6 – Peguei o barquinho sozinha pela primeira vez!! (Foi pra conhecer uma brasileira :D);
7 – Dia que fiz o vídeo das crianças;
8 – Fomos pedir informação sobre como tirar carteira de motorista e ganhamos esse livro pra estudar… ;
9 – Panela de pressão nova!!;
10 – Foto de família;
11 – Vendo Carnaval do Rio <3;
12 – Fazendo PN;
13 – Saiu matéria sobre meu trabalho na revista FHOX!!;
14 – Foto fofolética da Filó;
15 – Milk Shake!!!;
16 – Usando pela primeira vez o Groupon;
17 – Frutinhas!!!;
18 – :-X;
19 – Mais uma amiguinha brasileira!!!! <3;
20 – Chá da tarde com Silmara;
21 – Foto whatever da Filó;
22 – Pizza boa demais!!;
23 – Caderninho milagroso (vou falar sobre ele);
24 – Pudim de leite!!!;
25 – Mais dia de sopa!!;
26 – Melhor comida que já fiz aqui até hoje.. comida de vó;
27 – Lily fofoleta da tia!!!;
28 – Pão com pasta de sardinha!! (relembrando a adolescência);

27fev 2013

Eu queria muito….

Postado por às em Canadá

queijo prato pra comer em formato de canudinho (aqui qualquer queijo é muito caro e dá dó de pagar e eu sou uma rata!! E não tem queijo prato, né?!);
pão de queijo (aqui tem como comprar a massa pra fazer, mas ainda não achei.. de qualquer forma, achei um restaurante brasileiro que tem, mas não comi porque só tem a noite e só fui no almoço);
batata palha pra comer pura ou com strogonoff (aqui tem strogonoff dos bons, mas é com batata frita :( );
pastel frito!!! (só achei empanadas);
salgadinhos de festas fritos (sempre fritura porque não sei fazer e é sempre mais gostoso: bolinha de queijo, de milho, coxinha…. hmmm…);
… um bolo caseiro (ok.. isso eu posso fazer, mas….bolo dos outros é sempre melhor);
suco de caju (toda vez que entro num restaurante brasileiro rola uma esperança, mas.. nada!);
… a farofa da minha tia;
requeijão!!!! (Cream Cheese não vale.. nada a ver!);
Cremogema (alguém sabe se tem algo parecido?! Porque não achei e já perguntei por aqui também e nada!);
… fazer depilação e minha sobrancelha (finalmente algo que não é comida!!);
… um casal de brasileiros 100% compatíveis que morem perto (só conheci mulheres brasileiras compatíveis e o único casal que conheci 100% compatível com nossa loucura mora em outra cidade, né Lu?!);
… que todos os meus amigos e família morassem perto de onde eu estiver (porque não quero morar no Brasil tãão cedo);

(Obs: Andei sumida, né?! Calma que meu tempo está voltando a ficar organizado com meu super caderninho que vou falar dele aqui ;) )

12fev 2013

Family Day

Postado por às em Família

Ontem foi o Family Day aqui em British Columbia. Um feriado novo feito pras famílias se curtirem, fofooooo!!! Ok.. marido trabalhou (hora extra!! $$$), mas menos que um dia normal… Foi um dia de preguiça e o sofá foi meu melhor amigo.
Fizemos essa fotchenha:

E de bobs, semana passada, fiz esse vídeo fofolético das crianças.. desculpem o Mal de Parkinson e o foco, mas foi a primeira vez que gravei com minha camera. (Espero realmente que aqui consiga ver o vídeo inclusive no Ipad, pois o vídeo é meio bloqueado por causa da música linda! Lição aprendida: Youtube nunca mais. Só Vímeo.)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...