26nov 2013

Relato do Parto – Parte 02

Postado por às em Gravidez

(pra quem não leu, a primeira parte tá aqui)

No hospital, eram 10:10 da noite e uma enfermeira iria ficar acompanhando até as 7:00 da matina. E como brasileiro é que nem formiga, tem em qualquer lugar, ela era uma. Ela tascou 4 doses de insulina no total do parto por causa da diabetes gestacional da grávida que não sentiu nada!
A grávida foi bebendo aos poucos seu Gatorade, ficaram mudando ela de posição para ajudar na dilatação e a meia noite ela estava com 8cm.
_ Sério que ela fez o toque pra saber quantos cm estava?! Não senti nada! – Disse a grávida depois de parida sorrindo.

Ofereceram pra ela o famoso gás do riso para ela relaxar e marido todo serelepe quis provar também todo-todo.

(hahahahahahah)

E a cada mudança de posição, ela reclamava em pensamento e xingava todo mundo: _ Que saco!!! Eu só quero ficar quieta! Porra!! Não tão vendo isso?!?!? Mas que merda!
E se duvidar rolou até um:
_ Leave me alone!!!
Com seu inglês capenga.
(massagem das duas doulas na lombar)

Nessa hora, às 00:45, a grávida pediu arrego. Olhou pro marido e disse:
_ Mô, eu quero peridural. Por favor, tá doendo muito!
A midwife perguntou o que ela estava falando e a grávida disse que queria anestesia. Nesse momento a midwife falou:
_ Vamos fazer o seguinte, vamos mudar você de posição pra o quadro evoluir, além disso, vamos tentar estourar sua bolsa naturalmente, ok?
Tudo em inglês e a grávida entendeu tudo! Seria o milagre da Partolândia?
E começaram a mudar de posição. E tasca no banheiro, tasca no chuveiro e os pensamentos nela continuavam:
_ PORRA!!! QUERO DORMIR!!!!!! ME DEIXEM EM PAZ!!!
Na hora de tentar estourar a bolsa, tascaram ela de cócoras que foi a pior posição do mundo pra ela, e a cada contração a midwife falava pra fazer força. Nada.. Força.. nada!! Até que nesse meio tempo a fotógrafa veio com uma torradinha com manteiga deliciosa e falou:
_ Tenho uma torrada aqui, quer? Abre a boca.
A grávida abriu e momentos de tensão rolaram na cabeça do marido:
_ PUTZ! Ela vai odiar…Tá sofrendo, não vai conseguir nem engolir e vai reclamar.. tá na cara dela.
Momentos de tensão… pausa e….
_ Nossa… eu AMO torrada com manteiga! – Disse a grávida depois de uma mordida e depois de muito tempo. Tudo em câmera lenta.
Continuando a fazer força pra tentar estourar a bolsa, de repente ela sente sair uma gororoba e fala:
_ Estourou!!!!!
Porra nenhuma. Devia ser o tampão mucoso.

Midwife então viu que já tinha passado 1 hora e meia e continuava 9cm de dilatação, então ela disse que iria estourar e que as contrações iriam intensificar.
_ Oi?!  Você tá maluca?! – Pensou a grávida dizendo na verdade somente um “ok”.
Bolsa estourada, lá foi a grávida pra posição preferida: abraçando a cama.
Depois de algumas contrações, a grávida pede arrego de novo. Dessa vez chorando:
_ Mô! PELAMORDEDEUS!! EU PRECISO DE ANESTESIA!!!
Chorando compulsivamente. E lá veio a midwife com cara de curiosa:
_O que foi, querida?
_ eu não aguento mais.. eu quero anestesia… – disse baixinho toda sofrida com cara de gatinho do Shrek.
Nesse mesmo tempo, marido fofoqueiro falou pra fotógrafa:
_ Ela disse antes em casa que se ela pedisse anestesia pra não deixar que ela não queria.
(Reivindicação da grávida: Ela disse que se pedisse anestesia, pro marido falar pra ela ter força que ela conseguiria)
Foi então que a fotógrafa falou pra midwife e surgiu um complô contra a pobre gestante:
_ Olha, você está com 9 cm de dilatação, se eu chamar o anestesista agora, vai demorar quase 1 hora pra ele aplicar e fazer efeito, sendo que você vai estar com 10cm e estará na hora de empurrar que não é ideal você estar com anestesia pra você sentir. Além disso, a dor muda. A dor do expulsivo é diferente e muitas pessoas falam que não dói tanto. Vamos sem anestesia?! Vai ser melhor assim e vamos ajudar você a ter menos dor possível, pode ser?! – convenceu a midwife.

A grávida só queria o gás do riso pra na verdade morder a borracha do tubo no lugar de mandar todo mundo se ferrar e se concentrar na respiração pra disfarçar a dor, porque na verdade ou o gás não fez efeito, ou ela realmente ficou doidona como marido falou depois que ela ficou, por causa do gás, mas nada de aliviar a dor.

Foi então que de repente, no meio da contração, às 4:05, ela sentiu uma vontade de empurrar… e empurrou quietinha, como se tivesse fazendo coisa errada. Na outra contração aconteceu a mesma coisa e foi então que ela resolveu falar:
_ Eu tô com vontade de empurrar, posso?
E a sala de parto virou uma festa!
_ CLARO QUE PODE!! – disse a midwife.
Sorrisos e movimentação no recinto e mais uma contração e força!

Leia aqui a parte 3.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

26 comentários deixe um →

  1. Quero ler o finaaaaaaaalll!!! Você fazendo força escondida foi o ápice do post! Hahaha todo mundo esperando esse momento e ela lá, toda forever alone escondendo. Kd o final? Kd?

    Responder
  2. Oi Carol, estou a gostar muito de ler o relato do teu parto e cada vez que termina um post já fico curiosa para ler o outro, rsrs. Um óptimo dia para vocês. Beijinhos

    Responder
    • Hehehe fiz isso pra nao ficar muito grande ja que tem muitas fotos hehehe que bom que esta gostando!!!
      Beijocas!

      Responder
  3. Ainnn Carol.. como assim vc para no expulsivo????
    (Tendo um baby lindo em casa, que não deixar ficar muito tempo na frente do PC, ne?! rsrs)

    Lindo, lindo, lindo!!! E tããããão diferente do que vemos no comum!
    Que delicia acompanhar isso!!!

    Bjnhos
    (ansiosa pela continuação!)

    Responder
    • Aqui ta tendo que ser aos poucos mesmo!!! Nick ta uma coisa de so querer colo hehehe mas consegui!! Terminei!!

      Responder
  4. Danee

    Eu achava que esse gás era uma anestesia. Que bom que a sua equipe te apoiava e te animavam. Foi um trabalho de parto longo e deve ter sido muito cansativo. Parabéns pela força.

    beijocas

    Responder
    • Diz que ajuda a tranquilizar.. Nao é anestesico nao… So relaxa… Mas nao sei se fez efeito nao.. Ahahaha

      Responder
  5. Zelia Chociai

    Oi Carol
    Amo ler seus posts, o relato sobre seu parto entao, e emocionante, mas vc consegue deixar tudo muiito “FUNNY”assim diz meu filho de 4 anos, mas agora quem esta precisando do “gas do riso” sou eu :) estou com colicas de ansiedade, vc parou bem na hora do expulsivo ??? Ansiosa para ler os proximos posts.Beijo

    Responder
    • Ola Zelia!! Que delicia!! Adorei ver seu comentario!!
      O final da historia dessa vez nao demorei nao… Ja ja ta no ar. ;)

      Beijocas e venha sempre,

      Responder
  6. E vc para agora?! No expulsivo?! Como assim?!?!
    Olha, se Cub vier hoje a noite (39 semanas e 2 dias), vai demorar para eu conseguir voltar aqui e ler o resto…Quero saber se a dor do expulsivo era realmente mais “aguentável”!
    Mas falando sério: alguma dica para mnimizar/abstrair a dor? Tô tensa!!! (E aqui não tem gás da felicidade não…)
    Beijinhos e uma ótima semana para vc!

    Responder
    • Ahhhhh tomara que vc consiga ver!!!!! Nem demorei tanto agora!!!!

      Responder
  7. hahaha tô me vendo no seu relato, a diferença é que dilatei dos 7 pros 10 cm indo pro hospital, dentro do carro! hahah só lembro de ter falado com voz da mina do Exorcista pro segurança do S. Luiz que eu não queria cadeira de rodas! ahahahha
    Eu tb lembro q a dor do expulsivo é beeeem menor q das contrações e o primeiro puxo q eu tive, tb fiz força escondida, achando q tava fazendo coisa errada! ahhaahhaha
    bjssssss

    Responder
    • Menina!! O proximo tu vai parir espirrando!!!!! Adoro!!!!

      Responder
  8. Morri de rir aqui sozinha com o complô contra a grávida, iniciado com o marido fofoqueiro e cheirador de gás! hahahaha
    nota mental: não preciso fazer força encondida. hahahaha

    Responder
    • Hahahaha nao precisa nao!! Qdo der vontade de empurrar declare!!! Hahahaha

      Responder
  9. Diachooooo tu tem que ser contratada pela Globo para escrever novela, deixando a galera na ansiedade aqui

    acaba logooooo

    hahahahaha

    beijinhos
    Rita

    Responder
    • Hahahahah acabei!! Do meio pro fim fui rapida!! Consegui postar nessa semana mesmo.. ;)

      Responder
  10. “ela sentiu uma vontade de CHOROU… e CHOROU quietinha – ao ler seu relato -, como se tivesse fazendo coisa errada. No outro PARÁGRAFO aconteceu a mesma coisa e foi então que ela resolveu falar:
    _ Eu tô com vontade de CHORAR, posso?”

    <3 MEGA emocionada!!!

    Responder
  11. Nayra

    Quero muito ter parto normal. To lendo vários relatos. Dá um certo medo, mas ao mesmo tempo, uma certa força! Quero ler logo o outro post! Tá show! bjs

    Responder
  12. Esses seus relatos são ótimos! São angustiantes e engraçados ao mesmo tempo! Como eu tenho pavor de pensar em parir eu fico vendo as fotos e pensando se fosse eu, rs… Já estaria surtando! Ai vi o vídeo de uma novela da Globo e me identifiquei na hora: http://vimeo.com/29291058

    Curiosa para ler mais! Posta logo Carol!

    Responder
  13. A foto do Alan com o gás do riso está demais!!! hahahahaha

    Responder
  14. Ahhhhh, que legal, que legal!!!
    Vc fazendo força escondida… ahahahah!! <3
    (e a cara do alan provando o gás, impagável!)

    Responder
  15. Nossa, foi bem trabalhoso. E a parte da torrada? kkk hilária!

    Responder