18nov 2013

Relato do Parto – Parte 01

Postado por às em Gravidez

Era uma vez, uma grávida desesperada pro filho não nascer na data prevista, dia 28 de setembro, porque sua doula brasileira iria ter um casamento em Toronto e estaria fora da cidade, mas tudo bem, porque ela tinha certeza que o bebê iria nascer antes. Não foi à toa que ela teve um alarme falso… todos diziam: você vai saber quando chegar a hora.
_ Será mesmo?! Isso é uma regra? – pensava.
Foi então que numa quarta-feira, dia 25 de setembro de 2013, as 10 da noite, essa grávida, que já sentia as falsas contrações desde a semana 20, começou a sentir uma cólica besta acompanhada da falsa contração e pensou:
_ Bem, deve ser isso o início de trabalho de parto, porque senão for, não sei o que é.
E começou a cronometrar a frequência.. Estava de 15 em 15 minutos, mas as vezes ficava de 30 em 30. Resolveu então dormir, porque foi o aconselhado caso começasse depois das 9.

(No momento real, mas posando com a contagem das contrações zeradas)

Acordou com algumas cólicas mais fortes durante a madrugada, mas super tranquila, porque mão eram tão fortes.
_Molezinha! – Falava.
Ligou para midwife pra ficar atenta que a qualquer minuto ela estaria parindo (aham), ligou pra doula também por volta das 9 da manhã que foi até sua casa e tascou a grávida pra caminhar. Juntas, caminharam por 1 hora e depois a doula passou mais exercícios e ensinou o marido a fazer umas massagens mágicas que aceleravam o parto por liberar ocitocina, entre outras coisas. Como nada aconteceu, a doula foi pra sua casa terminar de arrumar as malas, pois ela realmente iria pro outro lado do país :( mas deixou de backup uma doula canadense fofa. Grávida pensou:
_ Lascou, vou ter que parir em inglês.. mas como?!?! Vou esquecer tudo!!
Mais tarde marido disse:
_ Olha a foto!!! Última foto da barriga!!
_ Peraí!!!

_ Pronto!

Dia seguinte, 27 de setembro, ela ligou pra doula canadense as 9:00 dizendo que o negócio tava ficando feio. As dores estavam mais constantes, mas ok, nada demais.
_ Cólica menstrual que eu nunca tive.. agora sei como é.. – Pensou.
Ela falou pra grávida perambular com marido pela rua, coisa que a grávida não fez (rebelde).
Quase 3 da tarde, ela ligou pra doula dizendo que as contrações estavam a cada 5-7 minutos e pediu pra ir pra casa dela dar uma atenção especial :D Nem 30 minutos depois, a doula estava lá, firme e forte, fazendo massagem, tascando ela pra sentar no vaso pra ajudar na dilatação, batendo papo, conhecendo melhor, já que como ela era backup, elas não se conheciam. O Inglês da grávida ainda estava bom.

(Que situação, hein?!)

A doula falou também pra colocar uma bolsa de água quente na lombar, porém a grávida não tinha, qual foi a solução milagrosa? Fazer um saco de meia com arroz e esquentar no microondas. (Olha o saco de arroz na lombar que lindo!! E recebendo também massagem da estudante de doula que era brasileira fofa)

Lá pelas 4 horas, ela ligou pra midwife e passou a bola logo pra doula, pois o inglês mostrou sinais de capenguice. Midwife disse que iria pro hospital primeiro visitar uma parida e depois iria pra casa da grávida ver como andava a situação. Ligaram também pra fotógrafa/doula que chegou lá na casa as 6:30 já arrasando com uma máquina de choquinhos sensacionais chamada TENS que faz massagem na lombar de um jeito que gera orgasmos múltiplos na grávida com dores e ela mesma que controla a intensidade.

Lá pelas 8, midwife e uma estudante de midwife chegaram na casa da grávida e acharam que iriam dar “uma passadinha”, quando viram que ela estava com 5cm de dilatação.
_ UFA! – Pensou a grávida que estava com medo de ter passado esse tempo todo e não ter dilatado nada.

Às 9:30, reza a lenda que mudaram os tipos de mini gemidos da grávida, por isso a midwife falou pra irem pro hospital.

Peraí! Mais uma contraçãozinha!

Antes disso, marido precisava terminar a mala da maternidade (claro que não estava pronta.) e pra surpresa de todos, a grávida quis ficar gata e trocar sua roupa. É cada uma…

Foram de carona com a estudante de doula pro hospital que fica a 5 minutos da casa deles e no caminho 2 contrações e a cada buraco, uma reza (Neste momento, se descobriu que em Vancouver tem buracos na rua).
Bebendo Gatorade pra ficar sempre hidratada, eles chegaram as 10:10 no hospital vazio. Que beleza… Marido não se conteve e sairam lagriminhas quando entrou no quarto, pois sabia que de lá ele sairia pai.

Leia aqui a parte 2.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

39 comentários deixe um →

  1. Ahhhhhhhhhhhhhh, e eu morro de curiosidade pra ler o resto!!!!!!!
    Tão lindos, como eu queria estar aí!!!!!!!

    Responder
    • Tb queria que vc estivesse aqui! Ia ser tudooo!!

      Responder
  2. Carol…. como pode?! Morro de curiosidade assim!!! rsrsrs
    E mais.. a pessoa aí, varia entre a emoção e a graça!!! huahuah

    Eu, nesse momento (em um universo completamente diferente) só pensava em… nada.. rsrsrsrsrs Imagina falar (sentir dor) em outro idioma!!!

    Ansiosa pela continuação!!!

    Bjooooo

    Responder
    • Aghahahahah super achei que ia esquecer 100% o ingles.. Ate que nao!!!!

      Responder
  3. O melhor de tudo é acompanhar o relato com imagens! Se nao fosse assim, nao seria a sua cara! ;)
    O Nicolas terá imagens lindas do dia em que veio ao mundo… Poucos tem esse privilegio! Rs

    Estou super curiosa para os proximos capitulos, ve se nao demora mto pra postar, pq quero todas as dicas possiveis para qndo chegar a minha hora..rsrs

    Beijocas!!

    Responder
    • Ate que vou ser rapidinha!! Vc vai ver!! Demorei pra postar o primeiro, mas deslanchei hehehe

      Responder
  4. Oi Carol! Nicolas é sem dúvida um bebê de sorte por ter um relato tão detalhado do dia em que nasceu. Vocês estão de parabéns por documentarem tão bem não só o nascimento como também a gravidez! Beijos

    Responder
  5. Ai que lindo, Carol! Melhor relato de parto que já li, to doida pra ler o restante. Mandou muito bem em jogar fotos, aos poucos a gente vai se sentindo lá tb. : )
    Cara, muito foda esse post! Já vi que vou chorar no próximo hahaha

    Responder
    • Pois e… As fotos ajudam muito a poder imaginar.. Amo!

      Responder
  6. renata mello

    Ah, que vontade de ser mãe!

    Responder
  7. Lindo, lindo!!! Tudo! Quero mais! :)

    Responder
  8. Janaina

    Guria, hj senti saudades tuas… No transito pensei, quando chegar vou espiar o blog da Carol, pq do Fce desistisses, né? Que alegria ver o post do teu parto! Tri original! Agora sabes bem o que sai daquelas barrigas que tu curtia e acarinhava tanto! Vida muda, se transforma, mas e muito legal! Curte muito teu Nick Ben! Saudades sempre!

    Responder
    • Que saudades janaaaaaaaa!!! Preciso te mandar email!!!

      Beijocas guria!!

      Responder
  9. Saulo

    Titio curtiu :)

    Responder
  10. Ai meu deus…já estou me emocionando aqui…(e morrendo de curiosidade para ler o resto!)
    Tô impressionada com a quantidade de doulas/midwifes que pipocaram aí na sua casa. Que bacana!!! (muito bom ter esse apoio todo, né?!)
    Beijinhos e boa semana!

    Responder
    • Aghahaha fiquei cheia de mulheres a meu redor me sentindo em casa!!! Sem familia, pelo menos elas me ajudaram a me sentir segura. ;)

      Responder
  11. AHHHHHH

    Como assim???
    cade o capitulo do meio e o final…
    Ansiosa…
    Amei, tu é megamente hilária até nos momentos tensos da vida.

    P.S – Nao fiquei gravida aqui, nao sabia que Vancouver tinha buracos..hahaha

    Beijos e acelera o meio e fim da historia…manda Nick dormir bem comportadinho

    Responder
    • Ia ficar muito grande!!!! Ta tudo ai logo, logo!

      Responder
  12. Carol, até eu que sei de alguns dos detalhes, tô amando seu relato, lendo como se não soubesse da história. E com as fotos dá muita emoção! Tô doida pra ler o próximo capítulo.. traz o Nick aqui que eu cuido dele enquanto vc escreve. ;)

    Responder
    • Hahaha consegui terminar!! Mas pode ficar com o Nick que nao ligo nao!!!!

      Responder
  13. ((( ai suuuuper quero o restante! já tô pra lá de emocionada!!! )))

    Responder
  14. ahahhahahha
    Estou adorando! é impressionante como fomos parecidas no TP: também achei molezinhas as primeiras contrações, depois, tomei l;itros de gatorade, quis ir de roupa diga pro hospital, mas não deu tempo e fui de calça de algodão, camiseta de camelô de Londres e havaiana….hahaha arrumei a mala da maternidade durante o TP e tb xinguei LITROS todos os buracos de SP! hahaha
    Adorei as fotos, ansiosa pra segunda parte! hehe
    bjoks

    Responder
    • Hahahahahaha
      Pelo menos fui mais glamourosa hahahahahahah e vc mais rapida!!! Eita ferro.

      Responder
  15. Adorei as imagens, ficou ótimo o texto e as imagens combinaram e deu pra imaginar toda a cena rsrsrs

    Dá uma passadinha la

    http://biankechanel.blogspot.com.br/

    Responder
  16. Ahhh, meoodeooos… Que caminhada linda essa do parto, não… Por mais que muitas mulheres possam dizer que o “homem não poderia passar por essa ‘dor’”, acredito que passaríamos, sim. Por que no final, como toda mãe, o prazer de ver esse sorriso do Nico vale qualquer esforço. Por um filho, podemos tudo. Parabéns, vi fotos dele abaixo, é lindo. E luz e paz sempre para vocês. :)

    Responder
    • Pois e.. Marido super viveu tudo intensamente… A dor vcs nao sentem, mas todas as emocoes sao super compartilhadas..

      Responder
  17. Letícia

    To amando seu blog! Super interessante, imagino o sufoco que foi. Estou curiosa para ler o restante.
    Estou morando em Vancouver. Gostaria apenas de saber qual valor que posso trazer, de Seattle pra van. Se puder me ajudar.
    Obrigada :) e espero anciosa a próxima parte do parto

    Responder
    • Ola Leticia!!
      Depende do tempo que vc vai ficar em Seattle, mas se ficarenos de um dia sao 50$, 2 dias se nao me engano sao 400$.

      Volte sempre!!! :)

      Responder
  18. Oi Carol! Adorei ler sei relato, vou ter no mesmo hospital, com as mesmas midwifes… Então eh melhor ainda ler e ja ter uma ideia do que me espera! Me diz uma coisa, quanto tempo vcs ficaram no hospital depois que o Nickolas nasceu? Estou em duvida com a malinha da maternidade ja que aqui tudo acontece diferente! Rs Bjoos

    Responder
    • Menina! Como pari as 6 da matina, eu poderia sair no mesmo dia!!!! Mas como pegamos um quarto privativo pq o hospital tava super vazio, ficamos ate o dia seguinte..
      Levei uma super mala e nao usei nada!!! O hospital da tudo!!! Tudo de bom!!!!

      Responder
  19. Ai que emoção Flicka!! vou até pegar minha xícara de café pra ler as outras duas partes. E um lencinho tb, pq só de passar correndo pelas fotos meus olhos encheram de lágrimas. <3

    Responder
  20. Adorei, que to chegando agora e vou ler vários relatos de uma vez só. Adorei as fotos,pela sua carinha, vc não perdeu seu bom humor com as contrações!

    Responder
  21. Paula Francovig

    Oinnnnn!!! Seu relato é fofo demais, Carol!!! Cheguei ao final emocionada!!!
    Agora vamos pra parte II.
    Beijos!!!

    Responder