21ago 2013

Criei um Viral!!!

Postado por às em Animais, Família, Gravidez

Desabafei no Facebook e virou um viral!! AMEI! Meus 15 minutos de fama estão acabando, mas valeu a pena. Falei sobre estar grávida (ou tentando) e ter um gato e um cachorro. Estava com tudo entalado na minha garganta porque as pessoas tem muito preconceito contra os animais, principalmente gatos, e esse preconceito nada mais é do que não saber lidar com o desconhecido. O que eu queria era falar tudo o que eu sabia desde minha época de veterinária até os dias de hoje e a ignorância das pessoas e principalmente médicos. Queria o não abandono dos animais por conta disso e recebi total apoio das pessoas e hoje, em menos de 2 dias de publicação, meu texto com minha foto teve um alcance de 55.000 pessoas e quase 650 compartilhamentos! E os comentários são os mais fofos possíveis!! AMEI!
Se você quiser conferir, clique aqui e dê uma olhada na minha página do Face. A foto é essa, mas o texto que fiz gigante por lá é mais bacana.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

27 comentários deixe um →

  1. Maitê

    Eu fui uma das pessoas que compartilhei !!!!

    Fala sério … pq as pessoas tem este pensamento besta ????

    Escutei a mesma coisa quando estava grávida !!!! A Pretinha ficou com ciúmes ?? Sim. Passou a me dar mais trabalho??? Sim. Ela é grudada na Giulinha ? Não. Mas volta e meia as duas estão brincando de pique pega aqui em casa (kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk).

    Super apoiada !!!!!

    Beijinhos enormes em vcs 5 !!!

    Responder
    • Se tem, a Ana Hickmann – que está gravida – postou fotos com os cachorros no colo recebeu MILHÕES de comentários terroristas!!!

      Responder
    • Obrigada Maitê!!!! <3
      Tb nao sei como barto vai se comportar, mas nem por isso passa pela minha cabeça de dar ele.

      Responder
  2. Meniiiiiiiiiiiina e eu nem tinha visto isso, vou atrás e compartilhar, C-L-A-R-O, porque nunca vi um ‘virus’ tão saúdavel. HAHAHA!!!

    Responder
  3. Adorei, Carol!
    Ainda não tenho um filho humano, mas sei que quando acontecer, minha filha-cachorra será a melhor amiga dele!

    Responder
  4. Merecido o sucesso, linda a mensagem =)
    Também compartilharei =)

    Responder
    • Obrigada Jackie!!! Nós que temos essas fofuras que sabemos, ne?!

      Responder
  5. Danee

    Não tenho bichinhos, mas adorei a foto que ficou linda e a mensagem também é lindíssima!

    beijocas

    Responder
  6. Andressa Dias

    Conheci teu blog a um mês, li todas as postagens!
    Teu trabalho com fotografia de animais é o máximo!!! Adoro a expressão das suas fotos!! Pena que eu e meus bichinhos estamos tão longe de Vancouver hahhaa
    (aliás, linda essa foto!)
    Muito boa a sua posição!! Sou médica e acho um absurdo quando falam mal dos animais… Se causam alergia? Qualquer coisa que tenha sujeira pode causar alergia… Melhor se livrar de cortina e tapete, e dar banho nos bichinhos! ;)

    Responder
    • Owmm Andressa!!! Muito obrigada!!!! Amei seu comentario!!!
      Foi exatamente o que aconteceu comigo! Eu sempre fui mega alergica e o que minha mae fez? Tirou o carpete de casa e trocou as cortinas por persianas!!! Os bichinhos só trazem alegria! :D

      Responder
  7. Cara, você é uma das pssoas que mais admiro no mundo, sabia? Uma menina sensível e que se joga naquilo que acredita, de coração aberto. A primeira coisa que fiz quando cheguei em casa da maternidade foi deixar Love cheirar o Nicolas. E assim que ela terminou, dei o paninho que protegeu ele pra ela, coloquei em cima da caminha. Ela morreu de ciumes dele, mas foi incapaz de fazer mal a ele, pq os animais sabem e sentem a ligação que temos com os bebês e respeitam isso. Outra coisa é que existem milhoes de opções para se cuidar de um animal que dê um pouco mais de trabalho, e com paciencia, boa vontade e disciplina, a gente consegue. Abandono não deveria ser opção, jamais!

    Responder
  8. Disse tudo e a foto está lindíssima! Minhas duas sobrinhas pequenas praticamente aprenderam a andar apoiadas na Mel, a cachorra da família. E todas estão bem (inclusive a Mel)!

    Responder
  9. E mais um compartilhamento! <3

    Responder
  10. parabéms,super apoio a ideia afinal o gato e o cachorro não vão fazer mal nenhum a seu filho, minha gata vive perto do meu sobrinho e não tem problema nenhum.

    Responder
  11. Certíssima!! As pessoas falam absurdos sobre animais e gravidez. Adoram palpitar onde nao sabem! Umas, por preocupação, por acreditar que podem fazer mal mesmo, e outras, pelo simples fato de querer encher o saco! É preciso muuuuuuita paciência!! Que bom que seu texto está alcançando várias pessoas, isso é ótimo! :D

    Responder
  12. Nossa, nada mais coerente! Eu tenho 3 filhos felinos e uma canina (que é da minha mãe, mas fica na minha casa o dia todo) e já cansei de ouvir comentários sobre doenças que passam… Nunca fiquei doente e a única coisa que eu peguei foi carinho e lealdade! Quando comecei a falar sobre que queria ir pro Canadá muitas pessoas me perguntaram como faria com meus gatos e a resposta sempre foi “vou leva-los, é claro!”, como posso eu, viver sem meus filhos?? São bichinhos que sempre estão me esperando lealmente na porta quando chego, pedem comida de manhã com olhinhos brilhantes, vêm pedir carinho quando estou no computador, nos dias frios vêm dormir no meu colo… Como pode alguém abandonar um filho? As pessoas gostam de julgar e sempre arranjar argumentos que as favorecem. Sou ovo-lacto-vegetariana e escuto toda hora alguém dizer que o corpo precisa de carne, que a proteína da carne é importante e blá-blá-blá… Nunca comi carne (meus pais são vegetarianos) e nunca tive problemas com isso! Meus exames médicos são sempre ótimos! Um dia eu espero que a humanidade tenha um pouco mais de noção da crueldade que faz… (chega se não eu fico aqui até amanhã ^^”’)

    Responder
  13. Minha maior felicidade seria ter tido quando pequena um animalzinho. Provavelmente, eu não teria tido uma infância tão solitária e muito mais feliz. E teria aprendido o valor da amizade muito mais cedo.

    Orgulho de ti. Achei lindo demais essa atitude. :)

    Responder
  14. E eu compartilhei nesse minuto. Aqui em casa sempre criamos gatos. Meu irmão tinha asma, mas sempre criamos gatos e os vizinhos falavam que ele so pioraria na presença de gatos, mas nunca deixamos de criar. Desde pequeno ele sempre conviveu com gatos e nem por isso morreu, pelo contrário, nem de asma mais ele sofre. Amo meus gatos e meus filhos crescerão amando os animais <3
    Parabéns pelo desabafo.
    http://www.valeuapenaesperar.com/

    Responder
  15. Bombou no face. hahaha mandou bem!
    Qto à capoeira no Canadá, tenho um amigo que foi praí há um ano para dar aula, foi com a família e está apaixonado. Acho que nunca mais volta pra casa. hahahaha
    Tá amando demais.

    Beijosssssssssssssssss
    ┌──»ʍi૮ђα ツ

    Responder
  16. Que lindo seu amor por animais, fiquei encantada. Eu também odeio qualquer preconceito ou frescura com animais. Pra mim gente que não gosta de animais, tem nojinho, ou qualquer aversão já perdem milhões de pontos comigo, pra mim não são boas pessoas hehehehehehe algum problema de caráter ela tem hehhehe E o seu filho vai se tornar uma pessoa incrível crescendo na presença desses seres maravilhosos, pode ter certeza.

    Responder
  17. Amiga eu queria mandar fazer um quadro e esfregar isso na cara das pessoas…
    eu lidei muito com essa ignorância, principalmente com as pessoas da minha família e vou te contar, isso só me fez afastar cada vez mais!
    pra vc ter noção ouvi relatos de gente que deu embora seus animais com a chegada dos filhos, e eu sempre pensei que uma coisa não anula a outra, minha cachorrinha vai amar muito meu filho e ele idem! não gosta de animais, não venha na minha casa!
    Bjãooo

    Responder
  18. Que linda você, a foto, seus bichinhos, essa campanha e tudo.
    Quando eu era criança, adorava bichinhos por perto, sofri por só ter um quando fiquei mais “velha”, lá pros 10 anos…
    Mas infelizmente aconteceu uma história triste e inesperada com um amigo do meu pai e aí ficamos um pouco assustados… os pais foram viajar e deixaram o bebê com a vó, como de costume. Do nada o cachorro avançou no bebe (inexplicável) e ele morreu de hemorragia, pois pegou no pescocinho. O cachorro era normalmente dócil.
    Inacreditável, mas ocorreu =/ Eu brincava tanto com os cachorros da minha vó (e com os gatos da outra). Nunca imaginamos que isso poderia ocorrer!

    Responder
  19. Que legal, Flicka, me emocionei com esse post! Fui lá ler o texto na sua página e já vi que tem mais de 900 compartilhamentos! Muito bacana :)

    beijos

    Responder