26nov 2012

Canadá: O Vôo Com as Crianças – parte 1

Postado por às em Canadá, Família, Viagens

Enfim, chegou o grande dia… fomos primeiro pra Sampa pra casa do tio do marido que fica perto do aeroporto de Guarulhos.
Nem fomos abarrotados, né?
Fizemos isso por alguns motivos: nada de pegar TAM do Rio pra São Paulo com cachorro indo como carga, zelo muito pela vida do meu filho; outro motivo foi porque como não vendemos nosso carro no Rio, entregamos ele pro meu cunhado levar pra vender em Rio Claro (já havíamos deixado procuração com ele pra vender com calma), então foi até bom pois conseguimos nos despedir dele de novo.
Nosso vôo estava marcado pras 22:25 do dia 9 de novembro, chegamos lá de taxi (ó nós no taxi:)e super cedo (17:00) porque não sabíamos como ia ser o checkin do Bartô e também porque já perdemos um vôo na França por 4 minutos de atraso (hahaha :P), fizemos o checkin das malas e pagamos a taxa da Filó (que iria com a gente na cabine) e do Bartô (zilhões mais caro e pra ganhar cabelos brancos de preocupação), ficamos na area de fumantes com o Bartô no chão fazendo xixi e passeando, esperando dar 20:40 pra ele embarcar…

Demos 5 gotinhas de dramim pra ele (recomendado pela veterinária) e entramos no aeroporto de novo, nisso, Filozinha super calminha e quietinha (conseguimos que ela tivesse feito xixi e cocô antes de irmos pro aeroporto), na hora de falar com o atendente responsavel pelo Bartô na Air Canada, ele disse que o vôo havia sido cancelado (oi?!)!!! Como assim?!?
_ Por que?!?
_ Motivo de manutenção
_ ah… Então tá ótimo! Quero chegar viva!
(Vamos lembrar que tenho pavor de avião? e que Rio-São Paulo também foi feito de carro porque eu posso chegar de carro?!)
Eles estavam dando hotel pra todo mundo, mas esse hotel não aceitava animais… Ok.. Pagaram taxi e voltamos pra casa do tio do marido.
Dia seguinte, vôo às 13:05, checkin ia abrir as 9, chegamos as 8:20. Filó, puta da vida, miando horrores e saindo direto da caixa dela, Bartô, nem aí pra hora do Brasil (dramim do dia anterior acho que nem fez efeito, mas…).
Mesmo processo, ficamos até 11:40 passeando com Bartô até ele ser despachado… demos o dramim pra ele E pra ela (2 gotinhas pra parar de miar hehe), e entregamos ele pro moço da Air Canada… Chorei horrores!!! Lá foi ele pra um elevador e fomos nós atrás… e eu chorando… e então entramos na area onde tem o freeshop, essas coisas…
O vôo inteiro já conhecia a gente por causa deles.. E todo mundo falava com a gente… já praticamente não existia um gato… Filomena tava acordada, mas quietinha.. Toda linda e comportada.. Ah.. O Dramim.. <3
Quando era pra gente entrar no avião, eu perguntei pra atendente da Air Canada (lembrando que TODOS já conheciam a gente) e ela disse que o Bartô já estava no avião e que já tinham passado pelo rádio pros funcionarios e tripulantes… Mesmo assim, quando entramos no avião, falamos que tinha um cachorro e eles disseram que já sabiam também.. :)(Nunca é demais falar a mais nessas horas pra controlar o coraçãozinho da dona viajando com o cachorro de avião, né?!)
E pronto.. Simbora pra Toronto pra primeira parte da viagem com uma gata chapada…
E posso dizer que não sei se eu estava nervosa com Bartô lá embaixo e com a gata pronta pra fugir, mas esse vôo foi o que eu menos fiquei com medo na vida! Chorei, lógico, mas… tinham outras preocupações na minha cabeça além da minha vida hahah.
Bora ver um filminho?! (Na verdade vi um documentário da Kate Perry e marido viu uns 3 filmes)

E pro post não virar um livro, a segunda parte vou colocar amanhã ou depois.. mas preparem-se que terão cenas muito emocionantes.. de rolar lagriminha!! (vídeos virão, aguardem..)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

15 comentários deixe um →

  1. Paula Coelho

    Vou aguardar ansiosa pela parte II….hehehehehe

    Responder
  2. Que tenso!
    Aguardando pela parte II !
    Quero ver o videooooo!!

    Também tenho medo de avião, acho que o dramin ia ser Pra mim tb! Hehe

    Responder
  3. Muito lindos!!! Adorei! Estou esperando a parte 2 !!!

    Beeeeijos

    Responder
  4. A primeira foto ficou linda! :)
    Nossa! Que aventura, héin? Mas, ainda bem que deu tudo certo, que o dramin salvou o sono de vocês e da galera do avião… :P
    Nunca viajei em um avião que tivesse um gato (ou uma gata ^^) dentro! :D

    Vou esperar pela segunda parte!
    ;*

    Responder
  5. Nossa, maior tensão do mundo viajar com os filhos separados! eu e meu marido sempre pensamos em como fazer para o caso de nos mudarmos e termos que levar nossa gatinha! estou amando ler seu relato, não vejo a hora de ler o resto!
    confesso que fiquei aliviada de saber que dá para viajar tranquilo com o gato na cabine, assim já fico mais aliviada em pensar em levar minha Amy, pois morro de medo de despachar animais….estava quase chorando com o relato do Bartô sozinho! rs
    bjoks e boa sorte na nova vida!

    Responder
    • Pois é Carolina!! É tranquilo sim! Mais tranquilo do que a gente pensa, na verdade :D
      E se sua gatinha puder ir com vcs, melhor ainda!! Apesar da minha bigoduda ter dado mais trabalho que meu barbudo hehehehe
      Beijinhos!!!

      Responder
  6. Que saquinho que o vôo foi cancelado, mas fico feliz que no final, deu tudo certo! Filomena se comportou no vôo diurno? (é bem chatinho viajar com a Poli em vôos diurnos…)

    Responder
    • Ela… somente a base de dramim.. hehehehe

      Responder
  7. Doida por detalhes dessa familia querida!! Quero ver mais!!!!!!!

    Responder
  8. Ai, gente, tadinha de você com esse amorzinho longe de ti durante o vôo, e pior, ainda ter que pegar outro porque esse foi cancelado. Isso quase acontece comigo, mas nunca, realmente, aconteceu. Imagino a minha frustração! hahaha.

    E as fotinhas da Filomena no colo do seu marido atrás da bolsinha dão uma pena. :(
    Dá uma vontade de abrir e deixar ela relaxar.

    Beijos! :)

    Responder
  9. Janinha

    Ai que dor ver o Bartô ali, parecia o Will, doeu meu coração, não consigo pensar em como vc foi a viagem toda assim… afff.
    Bom, espero o resto da história. Tô amando teus “capítulos” da mudança.
    E respondi teu coment lá no blog, tô aplicada, hahaha. Bjocas.

    Responder
  10. Silvia

    A Filó está linda demais! Olha o que muito amor e carinho fazem com um bichinho, né?

    Só fiquei me imaginando viajando com dois miando! Socorro!

    Beijos!

    Responder
  11. O Bartô é um fofo! que bom que correu tudo bem durante a viagem!! mas imagino como vc deve ter ficado tensa e triste de deixar o bartô longe de vcs!! eu tb ficaria!
    beijocas

    Responder
  12. Liliane

    Ainda bem que deu tudo certo. Imagino oo sofrimento de vocês até o fim da viagem…
    Bjsssss

    Responder
  13. Fernanda

    Olá Carol, sei que já faz um bom tempo da sua viagem, mas uma dúvida, foi a vet que indicou o dramin p a Filó? Vou viajar 7 h com meu filho e queria q ele tivesse o mínimo estress possível.
    Teu blog é excelente, me dá muita saudade dos tempos que morava no Canadá, especialmente o inverno e a neve.

    Abs

    Responder